Mobiliários exclusivos feitos a partir das lastras de porcelanato

Parte da programação do DW! 2021 a mostra Novos Tempos traz mobiliários únicos criados por 10 grandes estúdios de design do Brasil

Nas últimas décadas vividas pela cerâmica muitas tendências vieram. Poucas permaneceram. A arquitetura evoluiu, assim como materiais e aplicações em design de interiores, que também se transformaram, sempre acompanhando padrões de comportamento, maneiras de morar e a relação das pessoas com os espaços que habitam. 

Entre as muitas matérias-primas utilizadas para decorar a casa, a cerâmica atravessou séculos como uma constante nas casas brasileiras. Revestindo e decorando, os produtos cerâmicos foram ganhando mais protagonismo e outras formas de utilizações, graças aos avanços tecnológicos que agregaram  mais resistência e beleza às peças, sem deixar de lado o toque artesanal, característico do feito à mão.

Dos pisos e paredes, os revestimentos chegaram ao mobiliário, criando a porcelanataria, nome dado à arte de esculpir móveis com peças em porcelanato, unindo as inovações desenvolvidas pela indústria e padrões naturais de rochas ornamentais.  

Para celebrar a evolução do material tão presente nos lares do Brasil e característico da cultura do país, Eliane e Decortiles convidaram 10 renomados estúdios de design brasileiros para criarem móveis exclusivos com porcelanatos em grandes formatos das marcas, que serão expostos na mostra Novos Tempos. A exposição terá lugar na Casa Brasil, um dos endereços mais charmosos da avenida Brasil, na capital paulista, no período da 10ª edição do DW! São Paulo Design Weekend, maior festival urbano da América Latina.

Guiados pela criatividade, os designers apresentam novas e surpreendentes possibilidades para o porcelanato, criando peças esculturais que se tornam protagonistas em diferentes estilos de décor. 

Sinônimo de exclusividade, produtos Decortiles materializam as criações poltrona Siza, feita com Petróleo AC, de Ronald Sasson; cadeira Camuflada em Puro 15 Oliva, de Rodrigo Almeida; banco Triângulo em Nero Antico PO e Petróleo AC, do estúdio Fahrer Design; mancebo Boas-Vindas, em Basco12 PO, do emdoïsdesign; a mesa da Figueira, em Ágata Fendi NA e Puro Oliva 15 PO, do Estúdio Brunato; e as mesas Zaha, em Petróleo AC, Calacatta, Black Marmo e Resina Bege AC, de Aristeu Pires

A exposição tem curadoria da jornalista Regina Galvão, direção técnica de Alexandre Brunato e apoio técnico de Andressa Sant’anna. As peças exclusivas poderão ser vistas na Casa Brasil, QG DW Jardins do DW! São Paulo Design Weekend.