Elegância dos Revestimentos Decortiles na Casacor Brasília

A Capital Federal, reconhecida pelo seu conjunto arquitetônico e urbanístico, recebe a 28ª edição da CASACOR Brasília, que acontece até o dia 22 de outubro. A principal mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo desembarca na antiga Casa Manchete, desenhada por Oscar Niemeyer, com as principais tendências do segmento, encantando os visitantes com muita sofisticação e tecnologia. Em parceria com a principal loja de revestimentos de Brasília, a São Geraldo, a Decortiles marca presença em ambientes da mostra.

 

21-–-Sala-de-Banho-S-Dois-Studio-2-por-Alex-Claver-e-Wilker-Medeiros-crédito-Jomar-Bragança-2

 

Para compor a Sala de Banho S Dois, assinada pelo Studio 2 Arquitetura, os profissionais usaram materiais sustentáveis, como madeira, palha e bambu, além de mobiliário autoral ou de grandes nomes do design nacional. O tema da mostra também reforçou o uso de produtos com pegada natural, além do concreto, elemento característico nos projetos de Niemeyer, reverenciado pelos amantes da arquitetura.
O ambiente, de 70 m², tem no bambu o elemento natural para composição do teto. Nas paredes, o revestimento Desert Fendi, da Decortiles, remete às dunas graças ao relevo que cria a sensação de movimento da areia causado pelo vento. Já no piso, o produto escolhido foi o Nórdica com suas texturas naturais. Inspirado nos países com longos invernos, evoca uma atmosfera acolhedora, transformando os lares em verdadeiros ninhos. A variedade de faces traz suaves pinceladas de branco que se mesclam aos tons resgatados na natureza e predominantes no ambiente, em união ao City-zen Stone Nude, que contrasta com o mobiliário em madeira e com a decoração repleta de artesanato.
21_–_Sala_de_Banho_S_Dois_-__Studio_2_por_Alex_Claver_e_Wilker_Medeiros_-_crédito_Jomar_Bragança_(3)
Após uma viagem de férias para Tulum, litoral do México, os arquitetos Alex Claver e Wilker Medeiros trouxeram na bagagem muitas ideias para o ambiente. “Tulum é um lugar único com uma energia contagiante, uma mescla perfeita entre o rústico e o contemporâneo, por isso, os produtos da Decortiles se encaixaram perfeitamente no projeto. Com a rotina atordoada das grandes cidades consideramos que um ambiente com bem-estar e conforto seria uma escolha perfeita para a nossa terceira participação na mostra”, completa Claver.
Uma das tendências seguidas pelo escritório é a valorização do trabalho artesanal. “Percebemos uma movimentação no mercado da arquitetura de interiores onde existe um resgate à valorização do produto artesanal. Com peças exclusivas, decidimos utilizar produtos de várias regiões do Brasil como forma de exaltação da nossa cultura”, conclui Wilker.
32_-_Pavilhão_São_Geraldo_por_Marina_Pimentel_-_crédito_Jomar_Bragança_(2)
Ao falar do concreto, o Pavilhão São Geraldo, que conta com paisagismo da arquiteta, urbanista e botânica Marina Pimentel e projeto arquitetônico de Eduardo Sainz e Lilian Glayna Sainz, chama atenção. O espaço de 680 m² mescla a arquitetura de linhas retas com a vegetação, conectando o urbano à natureza. Imagens e aromas permeiam todo o percurso quase labiríntico do local. Folhas largas se contrapõem a leveza dos bambus e se unem aos enormes flamboyants já existentes no terreno.
32_–_Pavilhão_São_Geraldo__por_SAINZ_-_crédito_Jomar_Bragança_(2)
Caminhos geométricos com revestimento Laca Black da Decortiles no piso e Frieze Sand nas paredes contrastam com o verde dos jardins. O ambiente permite a renovação do ar, aumento da umidade, e auxilia na acústica do espaço. Os bancos foram revestidos com o City-zen Petróleo e o Street Petróleo, também da Decortiles. “Projetamos um espaço humanista, destinado a reflexão interior do visitante. Ele nasceu com o objetivo de proporcionar o encontro do público com a arte de forma introspectiva e sensorial”, completam os idealizadores.